LIBERTADORES! Chegou a hora da virada

Escrito por em 31 de outubro de 2018

Disponível na loja !!!

Palmeiras,

Você me ensinou a ser obsessivo pelas conquistas, me ensinou a ter raça nas disputas, e a sempre acreditar que o nosso maior inimigo, na maioria das vezes, somos nós mesmos. Vencer a disputa interna contra nossas inseguranças e incertezas, talvez seja sempre o nosso maior desafio, pois quando a batalha interna é vencida, o que o mundo oferece de empecilho é um mero detalhe.

Contender a Taça Libertadores e beber o licor de sua conquista é algo indescritível, e que honra é ter seu nome gravado no Hall de Campeões. É como conquistar quem se ama, e após superar todos os desafios, ela sempre estará com seus braços abertos, esperando a quem mereça. “Dormir e viver” o Sueño Libertador é para poucos, e se manter firme e animado durante a peleja é algo que poucos conseguem ficar, e esses não são os merecedores de tal glória. Desde os anos 90, gritamos que ela é nossa obsessão, e ano após ano, grito após grito, jogo após jogo, campeonato após campeonato e nascimento após nascimento, o desejo cresce. Infla. Agiganta. Dói, como toda dor de amor, mas aquela que se cura quando temos a chance de disputa-la novamente, hipnotizados pelo brilho da sua glória.

(Photo by Friedemann Vogel/Getty Images)

A caminhada nunca foi fácil. Ganhar títulos com emoção, se classificar jogando com alma coração, e vencer jogos com muita raça, é um costume que, cá entre nós, sempre foi uma grande especialidade nossa. O Palmeirense foi feito pra sofrer, e ele sempre gostou de sofrer, desde que sorria no fim. Porém quando não sorrimos, temos uns aos outros, para nos abraçarmos e nos levantarmos para a próxima batalha, como um exército de torcedores devem ser. A escola (ou Scuola de Scolari) italiana, o sangue carcamano, a raça palestrina, tudo isso se mistura e corre nas veias de todos os Palmeirenses! Seremos o seu exército de 40 mil no Allianz, e os outros milhões de suplentes em suas casas. Apitando, cornetando ou gritando, a ideia é incomodar o adversário, fazê-lo temer e respeitar o caldeirão que é a nossa casa.

O revés faz parte do jogo, mas a virada também faz. Não é hora de acordarmos do nosso Sueño Libertador, mas sim, é hora de irmos atrás da Obsessão, da conquista maior, da glória eterna. Quem te abraça nunca mais quer te soltar, e queremos ter a sensação de tê-la em nossos braços mais uma vez.

Dá, meu Palmeiras. Basta acreditar.

APP NOVO – https://play.google.com/store/apps/details?id=br.com.app.gpu1964529.gpud7bb7bb833314c00044a244f996e7cb0

Link temporário para IOS : https://applink.com.br/web_radio_wrv

#ligaverde
http://www.ligaverde.com

Ouça e confira!




Opnião dos Leitores

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


Faixa Atual

Título

Artista

Background
1
Participe das transmissões!
Powered by