Vamos falar sobre Borja

Escrito porno 5 de fevereiro de 2018

Colombiano marca contra o Santos e vai ganhando confiança para seguir no comando de ataque do Palmeiras.

A maior contratação já realizada pelo clube. Este é o peso que Miguel Ángel Borja carrega todas as vezes em que entra em campo. Pelo Palmeiras já são 48 partidas realizadas e 12 gols marcados.

Estreou pelo clube no campeonato Paulista de 2017 contra a Ferroviária, chegou marcando gol e empolgando a torcida. Me lembro bem daquele jogo, e, quando Eduardo Baptista o chamou para entrar no jogo, anunciei na transmissão: A fera vem aí. O torcedor enlouqueceu, ele entrou e poucos minutos depois finalizou de forma precisa no canto direito baixo do gol da “Ferrinha” depois de tabelar com Dudu. Depois disso, Borja se machucou, e foi entrando aos poucos no time titular, ou nem isso. Com a chegada de Cuca, o colombiano parecia mais perdido do que adaptado, demorou a entender o esquema do treinador, e acabou que não  entendeu mesmo. No campeonato brasileiro do mesmo ano, Borja anotou 6 gols.

Borja tem sido exaustivamente cobrado, por nós mesmos palmeirenses. Durante a transmissão de ontem, eu mesmo já havia dado um ou dois pitacos sobre a apresentação dele. Finalizou uma bola pra fora na primeira etapa e atrapalhou um contra-ataque, tirando a bola dos pés de Dudu. No segundo tempo começo brigando, na mesma jogada, se atrapalhou, perdeu a bola, mas não desistiu, brigou, na raça, ganhou a disputa, a bola sobrou pra Willian que não conseguiu dominar com perfeição na entrada da área e, assim que a bola saiu do controle do Bigode, Borja apareceu “do nada” e mandou um balaço pro fundo do gol do Vanderlei. Finalização precisa, forte, com categoria. O segundo gol dele no paulista e o da vitória de 2×1 sobre o time da baixada.

Ainda é cedo, claro, mas Borja com seus dois gols em 2018 já é, ao lado de Thiago Santos e Keno artilheiro do time na equipe.

Critiquei e tenho pegado no pé do jogador, e após um post no twitter sobre o desempenho dele na partida, fui atrás de alguns números para justificar a minha teimosia em achar que o colombiano não vem desempenhando um bom papel. Ledo engano.

Borja comprova com números que tem sido essencial no esquema de Róger Machado, e, mais que isso, comparando com os demais centroavantes que atuam no Brasil, o colombiano não deixa a desejar em muitos quesitos. Assim como muitos, fui infectado pela “cornetagem” e disparei contra ele. Mas vou me policiar muito mais para não fazê-lo.

Borja não é um primor de qualidade técnica em relação a dribles e jogadas de efeito, seu negócio é fazer gols. E tem feito, dificilmente o Palmeiras terá um artilheiro de campeonato embora tenha o melhor ataque. Paradoxal mas justificável. Como gol de Antônio Carlos ontem, sete jogadores já marcaram no campeonato paulista (Willian, Lucas Lima, Keno(2), Thiago Santos (2), Borja, Dudu e Antônio Carlos). Mas mesmo não fazendo gols em todos os jogos, ele já é responsável por 8 desarmes que resultaram em finalização do time. Ainda segundo o Footstats, Borja é o 2º jogador com mais finalizações (18) nos Estaduais coletados, atrás apenas de Fred, do Cruzeiro, 1º com 19.

E pelo clube, Borja tem 10 gols a menos que o peruano Gallardo e, se alcançar os 22 gols pelo Palmeiras vai igualar a marca e se tornar o 10º estrangeiro com mais gols pelo clube na história. Já está entre os dez maiores artilheiros do Allianz Parque, marca que certamente alcançará caso fique por aqui em seus 3 anos de contrato vigente.

Há quem faça aquelas contas malucas sobre quanto vale cada gol do atacante para o Palmeiras, e a cada gol que ele marca esse número vai diminuir e alegria do torcedor vai aumentar.  O momento do time é excelente, cinco vitórias em cinco partidas. Não há necessidade de cobrança excessiva e nem de empolgação desmedida, há espaço para críticas sim, mas que façam sentido. Eu não vou mais exigir tanto dele, vou apoiar.

A confiança em um jogador de futebol, muitas vezes é mais importante que a sua qualidade técnica. Entrega o Borja tem demonstrado, basta agora que nós, do lado de cá, empurre ele e o Palmeiras para o sucesso.

E você torcedor, o que tem achado do desempenho do colombiano?

 

 


Opiniões do leitor
  1. Gustavo Dalben  Em   5 de fevereiro de 2018 em 10:53

    Ele tem jogado bem, até mesmo o Deyverson no ano passado eu achei que entrou bem, apesar de todas as críticas, confio nele e acho que na hora H o bixo vai salvara gente, ótimo texto como sempre.

  2. Marcos Ribeiro  Em   5 de fevereiro de 2018 em 11:01

    Tenho confiança que ele vai ser mais ainda do que está se apresentando. Tenho apostado em pelo menos 22/25 gols dele nesta temporada. Apesar de algumas críticas, acho que falta confiança nele mesmo. Potencial, ele tem, além de parceiros de ataque capazes de colocá lo em condições de balançar as redes. Ele veio como goleador, isso que o torcedor espera dele em campo. Como os gols ainda são poucos, a torcida não percebe o quanto ele vem sendo importante para o nosso ataque, auxiliando Keno, Dudu ou William. Confiança BORJA !

Deixe uma resposta

Seu e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


Continue lendo

Próxima Postagem

Gol de Bruno Henrique


Miniatura
Postagem anterior

Gols de Luiz Adriano (3)


Miniatura

Web Rádio Verdão

A rádio do torcedor Palmeirense feita por Palmeirenses

AO VIVO
TITULO
ARTISTA

Carregando...