Róger Machado, bem-vindo ao Palmeiras.

Escrito porno 6 de março de 2018

Treinador coloca time alternativo para enfrentar o São Caetano, e dá tudo errado. Palmeiras perde e torcida reclama.

Chegamos ao décimo jogo no campeonato paulista. Já deu para o torcedor do Palmeiras compreender como é o trabalho do Róger Machado, conhecer os jogadores que chegaram para a temporada e, principalmente, identificar quem não tem o famoso “punch” para vestir uma camisa com o peso que tem a do verdão.

Embora muitos digam que o campeonato regional serve para avaliações, experimentos e alternativas, ele é cruel, muito cruel. Principalmente em um clube em que o torcedor anseia o tempo inteiro por vitória. Não é apenas competir, no Palmeiras, definitivamente não é.

O treinador, na noite de ontem optou por trocar todo o time, e colocar em campo os onze que até então não vinha sendo muito aproveitados, com exceção de Tchê Tchê, que voltou a ser titular. Bruno Henrique, bem no jogo de estreia da Libertadores esteve novamente entre os 11 iniciais, e com Thiago Santos formou o trio de volantes na partida. Nada funcionou na partida, e o Palmeiras perdeu em casa pela primeira vez no ano para o São Caetano por 1×0 (gol de Chiquinho).

Embora o Palmeiras busque por encontrar o seu melhor formato de jogo, o que ainda não conseguiu, e Róger ainda testar variações deste elenco, o torcedor palmeirense não tem mais paciência para experimentos, tem que ganhar, e, se não for de goleada, não vale. Foi assim até na estreia da Libertadores quando o Palmeiras venceu o Junior Barranquilla por 3×0 fora de casa, um feito, principalmente se levar em consideração que há 43 anos o time colombiano não perdia para uma equipe brasileira em solo local. Mas, para o torcedor (e para este que vos escreve também), foi pouco. Jogamos com um a mais desde os 9 minutos da primeira etapa e “deveríamos” ter aplicado uma senhora goleada.

Passada a euforia da estreia para os jogadores e para nós, do outro lado, que podemos ter a frieza da análise sem a pressão pelo resultado, é perfeitamente compreensível o que Róger tentou fazer. Não só poupou os jogadores para o clássico de quinta-feira contra o São Paulo, mas observou com quais jogadores poderá contar na próxima partida e ao decorrer da temporada, e, como poderá contar com estes. Ficou claro que o Palmeiras não tem dois times fortes, tem um elenco com bons jogadores e ótimas opções.

O treinador palmeirense já deve ter notado como a banda toca por aqui, principalmente por não ir bem no paulista nas quatro últimas partidas. Tudo parecia bem há duas semanas, e agora a onda virtual do: “Tá tudo errado” voltou com força. Pelo ano anterior é compreensível também a atitude do torcedor, mas é momento para ter calma. Diferente do que houve no regional 2017, o Palmeiras perde num momento ainda cabível, há tempo para correções, como pode ser o jogo de quinta-feira. A batata do Róger ainda não está nem no forno para assar, mas, o torcedor já está preparando o tempero.

O período de testes acabou, agora precisamos de certezas vindas do técnico. Comandar o Palmeiras é diferente de comandar qualquer outra equipe.

Bem-vindo ao Palmeiras Róger!




Opiniões do leitor
  1. Paulo Malta  Em   6 de março de 2018 em 16:22

    É isso ai, ser treinador do Palmeiras é diferente de treinar qualquer outra equipe do país, aqui o treinador tem que matar um leão por dia.

  2. Wagner  Em   6 de março de 2018 em 23:50

    O problema não é o teste, e sim a formação, 3 volantes, com um time fraco do sc e jogando em casa, está claro que nas substituições, onde ficou um volante o time melhou.
    Não caiu a fixa do Roger que está treinando o maio campeão do Brasil.

  3. José Elias  Em   7 de março de 2018 em 22:52

    Não me iludo. O fato é que a grife desse elenco (titulares e reservas) é muito maior do que o futebol que consigo esperar dele. O futebol no país e no continente está num nível mediano, dá pra sonhar com título até da Libertadores, mas a diferença dentro de campo para os outros times quase nunca será a mesma da folha de pagamento.

Deixe uma resposta

Seu e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


Continue lendo

Próxima Postagem

Gol de Bruno Henrique


Miniatura
Postagem anterior

Gols de Luiz Adriano (3)


Miniatura

Web Rádio Verdão

A rádio do torcedor Palmeirense feita por Palmeirenses

AO VIVO
TITULO
ARTISTA

Carregando...