Não acredite na “Imprensa Marrom”

Escrito porno 5 de janeiro de 2018

Palmeiras se prepara para a temporada com trinta e quatro atletas, e a imprensa insiste em dizer que o elenco é grande. Será?

Imprensa marrom é uma expressão de cunho pejorativo, utilizada para se referir a veículos de comunicação (principalmente jornais, mas também revistas e emissoras de rádio e TV) considerados sensacionalistas, ou seja, que buscam elevadas audiências e vendagem através da divulgação exagerada de fatos e acontecimentos, sem compromisso com a autenticidade. É o equivalente em português do termo em lingua inglesa “yellow journalism”. Em ambos os casos registram-se transgressões da ética jornalística.

Mais um ano em que o Palmeiras sai na frente em relação a reforços e, financeiramente não precisa fazer muito esforço para entender que o clube é saudável e corre a passos largos a frente de seus concorrentes.

Ao contrário do papo de que o clube vive da sua patrocinadora, o que não é verdade, pois apenas 20% de sua receita é oriunda dos valores investidos pela parceira, o Palmeiras vive muito bem obrigado graças a uma série de fatores como: venda de jogadores, receitas com bilheteria de jogos e parte de receitas de shows, licenciamento de artigos etc. Claro que, caso haja possibilidades de novas contratações o aporte da parceria (que também é lucrativo para o patrocinador) pode ou não acontecer. Por exemplo, em 2018 todos os cinco jogadores contratados foram adquiridos com investimento do clube, inclusive, os salários dos atletas. Mas, claro, isso não é interessante e não gera polêmicas, então, o mais fácil é simplificar o discurso e tentar inserir na cabeça das pessoas que o clube vive da patrocinadora.

Além disso, outro fato que incomoda e muito o torcedor alviverde é a divulgação irritantemente cansativa de que o Palmeiras só sabe contratar e, tem, portanto, o maior elenco do Brasil. MAIS UMA MENTIRA!

Para comprovar isso é simples, atualmente o Palmeiras, após um trabalho iniciado por Alexandre Mattos em 2015, o clube não precisa mais sair contratando e, pasmem, pelo segundo ano consecutivo o clube é o terceiro em número de atletas profissionais em seu quadro de jogadores, considerando o trio de ferro e também o time do Santos.

Não precisamos ir muito longe para entender que 34 é menor que 36. Basta não ter preguiça e não querer enganar o torcedor. Para provar isso, é muito simples: vá até a página dos quatro grandes clubes do Estado e comprove. Para facilitar ainda mais, já fiz este levantamento e coloco aqui o resumo atualizado dos clubes:

Corinthians (link: https://www.corinthians.com.br/elenco)
4 – Goleiros
5 – Zagueiros
5 – Laterais
8 – Volantes
8 – Meias
7 – Atacantes
TOTAL: 37 – Atletas (O clube confirmou a chegada de Juninho Capixaba que ainda não está relacionado no site oficial do clube)

São Paulo (Link: http://globoesporte.globo.com/futebol/times/sao-paulo/) *O site do clube ainda não foi atualizado, os jogadores registrados estão na listagem do site da Globo.com
4 – Goleiros
10 – Defensores (entre laterais e zagueiros)
16 – Meias
6 – Atacantes
TOTAL: 36 – Atletas (Já sem contar com Hernanes que anunciou sua saída)

Santos (Link: http://www.santosfc.com.br/categoria_do_elenco/profissional)
3 – Goleiros
6 – Zagueiros
6 – Laterais
12 – Meio Campistas
6 – Atacantes
TOTAL: 33 – Atletas

Palmeiras (Link: http://www.palmeiras.com.br/futebol/elenco)
4 – Goleiros
8 – Zagueiros (Considerando Mina que ainda não definiu seu futuro no clube e pode sair)
6 – Laterais
10 – Meio Campistas (Raphael Veiga está emprestado ao Atlético-PR)
6 – Atacantes
TOTAL: 34 – Atletas

Fiz questão de apresentar o Palmeiras por último para que você tenha a noção exata do quadro.

O clube, em número de atletas, só não tem elenco menor que o do Santos que ainda busca pelo menos 3 reforços, o que nos deixaria com o menor elenco. Engraçado não?

Outro ponto importante nesta análise, é notar que o “coitadinho” atual campeão brasileiro, que está com sérios problemas financeiros, é o clube com mais atletas, mesmo com as saídas dos principais jogadores do ano passado. E, ainda, não discuto aqui o equilíbrio destes elencos, pois, certamente este será tema para outro debate.

Então torcedor palmeirense, não caia no discurso da imprensa marrom. Acredite no projeto do seu clube, e entenda, de uma vez por todas que o trabalho que vem sendo desenvolvido desde 2015 vai elevar ainda mais o nível de excelência e assertividade do Palmeiras, ser campeão é consequencia de vários fatores, e estar preparado e melhor qualificado para disputar os títulos é o mínimo que o clube pode fazer, e está fazendo.


Marcado como:

Opiniões do leitor
  1. Rodrigo Moraes  Em   5 de janeiro de 2018 em 12:09

    Maravilhoso texto Bruno,mas infelizmente o repudio deveria vir de quem tem posição para tal.Uma diretoria que alem de omissa , desfez o conflito que o Nobre tinha levantando contra alguns da imprensa.

  2. jose joaquim m.d.coimbra  Em   5 de janeiro de 2018 em 19:47

    O problema principal,,nao é a quantidade de jogadores,mais o quadro de jogadores/por pos,para que temosição,sito como exemplo a zaga central para que Emerson se temos:Edu Dracena,Luan,juninho e outro que esta subindo d sub vinte,Goleiros temos grandes goleiros Para que Ewerton se temdois,excelentes,Prass e Jailson e emprestamos uma promessa,para a Ponte Preta. e vai por ai afora.

  3. Weslley Ribeiro  Em   6 de janeiro de 2018 em 07:27

    Quisera eu que a única pauta da imprensa marrom fosse o que está citado no texto! Tudo que envolve Palmeiras eh noticiado de forma a gerar polêmica! Uma simples declaração na apresentação do elenco eh usada contra o dito jogador e o clube.
    Em uma entrevista de 3 páginas, sempre dão ênfase para qualquer afirmação que possa ter dupla interpretação ou gerar discórdia! Não obstante, os outros clubes que têm razões pra serem expostos, seja por salários atrasados, possíveis benefícios dentro e fora de campo, são sempre apoiados pela mesma mídia que denigre a instituição Palmeiras!
    O pior eh q a torcida Palmeirense que eh quase cega de paixão pelo time, não percebe o que eles fazem ou como a mídia o faz!
    Eh difícil crer que as coisas um dia mudem, principalmente quando a mídia nunca eh imparcial, seja no esporte ou na politica por exemplo. A mídia não está aí para noticiar apenas.. Querem implantar no leitor toda sua parcialidade de forma velada.

Deixe uma resposta

Seu e-mail não será publicado.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.


Web Rádio Verdão

A rádio do torcedor Palmeirense feita por Palmeirenses

AO VIVO
TITULO
ARTISTA

Carregando...